Cada Vez Mais Alunos Em Educação Especial, Mas Faltam Professores

Partilhe...



Está a aumentar o número de alunos com necessidades especiais. Os diretores das escolas avisam que faltam professores e terapeutas.

Os dados da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, divulgados pelo jornal Público, mostram que em 2022 havia nas escolas mais de 83 mil alunos com necessidades especiais, a maioria no 3.º ciclo. Trata-se de um aumento de 7% face ao ano letivo anterior.

A regra é ter no máximo dois alunos com necessidades educativas numa turma de 20, mas este limite não está a ser cumprido em alguns agrupamentos.

Desde 2018 que está em vigor o regime de educação inclusiva. Prevê o apoio direto do professor especializado e de funcionários e ainda o acesso a medidas seletivas ou adicionais, como apoio psicopedagógico e adaptação de currículos.

Fonte: Há cada vez mais alunos em educação especial, mas faltam professores – SIC Notícias (sicnoticias.pt)

Partilhe...
André
André

Estudante de Humanidades do Ensino Secundário. Entusiasta pela área da Educação. Futuro Docente de História do 3.º Ciclo ao Secundário. Esteve em luta com os PE nas greves de 2022/23, tendo dado declarações para a CNN Portugal em Direto.

Artigos: 2220

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *