Nunca faltaram tantos professores de Português. 

school bench with stationery in classroom
Photo by Katerina Holmes on Pexels.com

Nunca faltaram tantos professores de Português. Uma semana antes de arrancar o ano, havia quatro vezes mais horas por preencher que em 2022 – Observador

O cenário geral é pior do que no ano anterior, mas há disciplinas em que a falta de professores disparou. É o caso de Português (e de Matemática) com 129 professores em falta. O ano passado eram 48.

Quando se transforma os números de professores em falta nas escolas num gráfico de barras, a disciplina de Português faz lembrar as fotografias de turma, em que há um aluno, muito mais alto, que destoa até da professora. Arrancar o ano letivo sem que os alunos tenham todos os seus professores colocados tornou-se rotina, mas os números são, de ano para ano, mais elevados. Desta vez, postos de lado os professores de Informática — aqueles que tradicionalmente faltam sempre — as falhas nos grupos de docentes de Português e Matemática são as maiores alguma vez vistas. Em relação ao ano anterior, faltam quase o triplo dos professores de Português e o dobro dos de Matemática para lecionar 3.º ciclo e secundário (alunos do 7.º ao 12.º ano).

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prev
S.TO.P. – André Pestana CNN – 17/09/2023

S.TO.P. – André Pestana CNN – 17/09/2023

Next
Greve de 1 Semana Começou Hoje

Greve de 1 Semana Começou Hoje

Greve termina na sexta-feira, 22 de Setembro Professores e trabalhadores de

You May Also Like
Total
0
Share