Provas de Aferição Digitais – Um atentado à integridade inteletual dos alunos – Alberto Veronesi

A escrita cursiva, também conhecida como caligrafia, é uma habilidade que tem sido cada vez mais deixada de lado no nosso mundo digital.

Provas de Aferição Digitais – Um atentado à integridade inteletual dos alunos – Alberto Veronesi (vozprof.com)

A escrita cursiva, também conhecida como caligrafia, é uma habilidade que tem sido cada vez mais deixada de lado no nosso mundo digital. No entanto, há uma grande importância na prática da escrita cursiva para o desenvolvimento cerebral e cognitivo dos alunos. Tentarei explorar essa importância com base em autores que estudam o tema e por isso apoiam a ideia de que em idade escolar, nomeadamente até à adolescência, deve-se privilegiar o uso da escrita cursiva e, por conseguinte, considero um atentado à integridade inteletual dos alunos obrigarem-nos a fazer provas de aferição em suporte digiltal.

Em primeiro lugar, é importante destacar que a escrita cursiva envolve a coordenação de múltiplas áreas do cérebro. Segundo a neurocientista Karin James, da Universidade de Indiana, “a escrita cursiva requer a coordenação de múltiplas regiões do cérebro, incluindo as áreas motoras, visuais e de linguagem”. Através da prática da escrita cursiva, essas áreas do cérebro são exercitadas e, consequentemente, desenvolvidas.

Além disso, a escrita cursiva tem sido relacionada ao desenvolvimento da memória. Num estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Washington, foi descoberto que as “crianças que aprendem a escrever cursivamente têm melhor desempenho em tarefas de memória do que aquelas que digitam”. Isso porque a escrita cursiva envolve uma maior atenção e concentração do que a digitação, o que pode levar a uma melhor retenção de informações.

Outra vantagem da escrita cursiva é sua capacidade de estimular a criatividade. Num artigo publicado no jornal The New York Times, a escritora e educadora Maria Konnikova afirma que “a escrita cursiva permite-nos explorar a linguagem de maneiras que simplesmente não são possíveis com o teclado”. Konnikova argumenta que a escrita cursiva é mais pessoal e pode levar a um pensamento mais profundo e reflexivo.

Por fim, é importante ressaltar que a escrita cursiva é uma habilidade importante para a comunicação pessoal e profissional. Embora a digitação tenha se tornado cada vez mais comum, ainda há muitas situações em que a escrita à mão é necessária.

Em resumo, a escrita cursiva é uma habilidade importante que deve ser incentivada e praticada, especialmente em crianças em idade escolar. Os seus benefícios para o desenvolvimento cerebral e cognitivo, memória, criatividade e comunicação pessoal e profissional são significativos e comprovados pela pesquisa. Portanto, ao invés de abandonar a escrita cursiva em favor da tecnologia, devemos valorizá-la como uma ferramenta importante para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Alberto Veronesi

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Article

Inquérito: Concorda com a Realização das Provas de Aferição e Exames Em Suporte Digital?

Next Article

Resultados Do Inquérito Sobre A Realização Das Provas De Aferição E Exames Em Formato Digital.

Related Posts