Amanhã há Marcha Lenta em Cinco Cidades | “A Escola constrói pontes! Ajudem-nos a desbravar caminhos!”

Professores e funcionários das escolas fazem marcha lenta em cinco cidades | Educação | PÚBLICO (publico.pt)

Lisboa, Porto, Viana do Castelo, Almeirim e Portimão serão palco dos protestos de professores esta segunda-feira, a partir das 18h23. Duas horas antes, ministro reúne-se com diretores das escolas.

Professores e funcionários das escolas vão manifestar-se esta segunda-feira, a partir das 18h23, numa marcha lenta que ameaça complicar a circulação em redor de algumas das principais pontes de cidades como Lisboa, Porto, Viana do Castelo, Almeirim e Portimão. A hora marcada para o início do protesto, “6h23”, representa os seis anos, seis meses e 23 dias de tempo de serviço trabalhado que os professores viram congelado.

O protesto desta segunda-feira foi inicialmente convocado para Lisboa, onde se espera que entre 500 e mil pessoas se concentrem na Ponte do Pragal e nos acessos pedonais laterais da Ponte 25 de Abril, de onde seguirão depois em marcha lenta até à estátua de Cristo Rei, no Pragal, em Almada.

No caso do Porto, os manifestantes vão concentrar-se na Ponte da Arrábida, que liga a Vila Nova de Gaia. Já em Viana do Castelo a concentração será na Ponte Eiffel e, no caso de Santarém, a marcha e a paralisação estão marcadas para a Ponte D. Luís I, em Almeirim. Do Algarve, uma caravana automóvel saída das cidades de Lagos e Albufeira vai circular pela Estrada Nacional 125 até Portimão, onde a concentração decorrerá junto à autarquia. Os professores de Mirandela também se terão predisposto a aderir ao protesto, mas esta adesão aguardava ainda confirmação, ao início da tarde deste domingo.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous Article

Greves do S.TO.P em Moldes Diferentes A Partir de 16 de abril

Next Article

“Estamos quase a fazer História”. Professores em marcha lenta na Ponte 25 de Abril

Related Posts