Parecer da PGR "é uma mão cheia de nada para o Ministério da Educação"

Parecer da PGR "é uma mão cheia de nada para o Ministério da Educação" (noticiasaominuto.com)

André Pestana falava aos jornalistas no final do primeira reunião da quinta ronda negocial, no Ministério da Educação, em Lisboa, entre Governo e sindicatos sobre o novo modelo de recrutamento e colocação de professores.

Segundo o dirigente, o parecer da PGR, pedido pelo ME, "é uma mão cheia de nada para o Ministério de Educação", que "truncou informação".

Pestana extraiu do parecer, que "o departamento jurídico" do sindicato "está a analisar", que a greve convocada pelo Stop não é abusiva e que "não há factos para dizer que é ilegal".

"O direito à greve é um direito individual", vincou, sustentando que "um trabalhador que inicie a greve pode mudar de ideias e voltar ao trabalho".

André Pestana referiu que, na sequência do parecer da PGR, a direção do Stop vai reunir-se, equacionando a convocação de uma conferência de imprensa para quinta-feira para divulgar com mais detalhe a apreciação que o sindicato faz do documento.



Vê isto...

Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem
-->