Alunos sem manuais da Porto Editora

Milhares de alunos sem manuais da Porto Editora (jn.pt)

Livreiros reclamam que têm encomendas paradas há 15 dias, mesmo com sistema informático a revelar stock para entrega, e temem extermínio.

Milhares de alunos estão ainda sem receber os manuais escolares que encomendaram no final de agosto, com ou sem vouchers, porque a Porto Editora, que detém mais de 60% de quota no livro escolar, não está a fazer entregas aos livreiros independentes. Os empresários temem estar a ser vítimas de uma estratégia para “empurrar” clientes para os sites da editora e acabar com os pequenos negócios. A Porto Editora desmente, garante que 95% das encomendas já foram entregues e assegura que os sites têm stock próprio.

“Desde 30 de agosto que não recebo uma única encomenda da Porto Editora”, queixou-se a proprietária de uma papelaria em S. João da Madeira. Com centenas de manuais pedidos e sem satisfações da editora, a empresária refere que “todos os dias vão clientes para trás, insatisfeitos, que acabam por tentar a sua sorte a encomendar online e recebem antes de mim”.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prev
Ano letivo voltará a ser marcado pela escassez de professores

Ano letivo voltará a ser marcado pela escassez de professores

 Ano letivo voltará a ser marcado pela escassez de professores (dn

Next
Bruxelas proíbe professores precários e obriga igualdade no pagamento de salários

Bruxelas proíbe professores precários e obriga igualdade no pagamento de salários

Bruxelas proíbe professores precários e obriga igualdade no pagamento de

You May Also Like
Total
0
Share